Fique ligado
Javier Garcia/WWF/Divulgação 5 curiosas espécies descobertas recentemente na Amazônia

novidades na natureza

5 curiosas espécies descobertas na Amazônia Um macaco que ronrona como gato, uma piranha vegetariana e um lagarto com “pintura de guerra” estão entre as espécies mais curiosas encontradas nos últimos quatro anos em expedições científicas pela Amazônia
Débora Spitzcovsky  Planeta Sustentável- 25/10/2013
menos aA mais

[box-leia]Nos últimos quatro anos, cerca de duas novas espécies de plantas ou animais foram identificadas, por semana, em expedições científicas feitas na Amazônia. É espécie pra caramba - e os insetos e invertebrados, que são muito mais numerosos, nem estão nessa conta

O dado, surpreendente, é da rede WWF, que reuniu em uma lista todas as descobertas feitas na Amazônia, por cientistas de todo mundo, entre 2010 e 2013. No total são 441 novas espécies encontradas, sendo:
- 258 plantas;
- 84 peixes;
- 58 anfíbios;
- 22 répteis;
- 18 pássaros e
- 1 mamífero. 

Entre elas, algumas chamam a atenção por terem características bem diferentes das plantas e animais que já conhecemos. Selecionamos, abaixo, cinco espécies bem curiosas. Divirta-se conhecendo-as! 

[img1]
1. MACACO QUE RONRONA
Pensa que, apenas, os gatos ronronam? Pois não é! Entre as novas espécies descobertas pelos cientistas está o macaco Callicebus caquetensis, que vive na Amazônia colombiana. Uma das características do animal que mais surpreendeu os pesquisadores é que seus filhotes também têm o hábito de ronronar, como os gatos. "Quando eles se sentem satisfeitos, ronronam uns para os outros", explica o cientista Thomas Defler, que ajudou a descobrir a espécie 

[img2]
2. PIRANHA VEGETARIANA

Não é em todo rio que tem piranha que os jacarés precisam nadar de costas, como diz o ditado. E sabe por quê? Porque nem toda piranha come carne. Nos últimos anos os cientistas descobriram a espécie Tometes camunani, que é vegetariana. O animal vive nas corredeiras dos rios amazônicos, onde procura plantas aquáticas para comer, mas está ameaçado pela construção de hidrelétricas na região e também pelas atividades de mineração, que destroem seu habitat 

[img3]
3. RÃ QUE CABE NO DEDO
A foto pode até enganar, mas a verdade é que a rã Allobates amissibilis é bem pequenina, do tamanho de uma unha do dedo polegar. Não é à toa que o nome científico da espécie significa "que pode ser perdida", em latim. O animal vive em uma área da Guiana e, apesar de ter sido descoberto recentemente, já corre risco de extinção 

[img4]
4. LAGARTO CAMUFLADO
Também recém-descoberta, a espécie Gonatodes timidus parece estar pronta para a luta contra todas as atividades que ameaçam seu habitat natural. Isso porque a aparência do lagarto lembra uma "pintura de guerra". Você não acha? O animal foi descoberto na faixa da Amazônia que se estende até a Guiana Francesa e, apesar das cores fortes, que chamam a atenção, vive camuflado 

[img5]
5. TREPADEIRA MEDUSA
Entre as 258 espécies de plantas descobertas nos últimos anos pelos cientistas, a Passiflora longifilamentosa é uma das que tem a aparência mais curiosa. Trata-se de uma trepadeira, encontrada neste ano de 2013, no Pará, que tem filamentos coloridos que saem de dentro de sua flor. Repare: ela lembra a Medusa, figura da mitologia grega que transformava em pedra quem olhasse diretamente para ela. 

Confira a lista completa, feita pela WWF, das 441 espécies descobertas entre 2010 e 2013.

comments powered by Disqus
Uma iniciativa pelo Planeta

O Planeta Sustentável é um projeto do Grupo Abril para fornecer conhecimento sobre sustentabilidade. Especialmente para as gerações futuras é que existe o Meu Planetinha: uma abordagem infantil sobre o assunto. Se você é pai, mãe ou professor, conheça o conteúdo das publicações da Abril sobre a temática em www.planetasustentavel.com.br

Fechar
  • Patrocínio

© Meu Planetinha

mantido sob licença pela Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados

Fale conosco

Entre em contato com o Meu Planetinha utilizando o formulário abaixo: Nome: E-mail: Assunto: Fechar