Notícias
desastres naturais

Terremoto global é improvável, revela estudo

Kátia Arima - National Geographic Brasil - 29/03/2011

Terremotos de alta magnitude, como o ocorrido no Japão no dia 11 de março, não tendem a provocar outros terremotos fortes em regiões distantes do epicentro do evento anterior, revelou uma pesquisa.

O estudo foi conduzido pelos sismólogos Tom Parsons, do US Geological Survey (USGS) e Aron Velasco, da Universidade do Texas, dos Estados Unidos, que analisaram dados de tremores de 30 anos. Eles estudaram todos os terremotos no mundo que tiveram 7 graus ou superior na escala Richter que foram seguidos de outros tremores com magnitude maior que 5 graus, isto é, 205 terremotos principais e 20 mil tremores secundários.

De acordo com a pesquisa, publicada na Nature Geoscience, há um aumento significativo de atividade sísmica em áreas próximas do epicentro. Porém, a pesquisa conclui que é improvável que um forte terremoto desencadeie um tremor global da mesma magnitude.

Nos últimos 15 meses, terremotos monstruosos destruíram cidades, em diversos países como China, Haiti, Chile e Nova Zelândia. Na quinta-feira (24/3), um terremoto no Mianmar de 6,8 graus na escala Richter matou 70 pessoas.

Entretanto, os sismólogos descobriram que "terremotos globais" não passam de coincidência. Não há correlação entre os terremotos monstruosos que aconteceram com um pequeno intervalo de tempo entre si.

comments powered by Disqus