Notícias
Hahatango/Creative Commons Supermercados de SP estão proibidos de vender descartáveis
fim às sacolinhas

SP: supermercados são proibidos de vender descartáveis

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 06/02/2012

Na última sexta-feira, 03/02, a Apas - Associação Paulista de Supermercados, o Procon-SP e o Ministério Público do Estado assinaram um TAC - Termo de Ajustamento de Conduta que proíbe os supermercados paulistas de vender ou distribuir sacolas descartáveis de qualquer tipo. 

De acordo com o Termo, as lojas deverão oferecer, nos próximos 60 dias, uma alternativa gratuita para o transporte das compras, enquanto os consumidores se adaptam à nova medida. 

O acordo prevê ainda que, durante seis meses, os supermercados disponibilizem nos caixas, para compra, sacolas reutilizáveis que não podem exceder o valor de R$ 0,59. Os atendentes das lojas também serão instruídos para, nos próximos 12 meses, informar aos consumidores, antes de passar seus produtos no caixa, a respeito do não fornecimento de sacolas descartáveis. 

O Procon-SP e o Ministério Público ficarão responsáveis pela fiscalização do cumprimento do Termo nos supermercados de todo o Estado. A iniciativa faz parte da campanha Vamos Tirar o Planeta do Sufoco, da Apas.

Leia também:
Apas espalha sacolas reutilizáveis gigantes por São Paulo 
Supermercados se antecipam à proibição das descartáveis
Por que reduzir as sacolas plásticas? 
Excesso de sacolas descartáveis causa grandes danos 
Quantas sacolas descartáveis você recusa por dia?

 

comments powered by Disqus