Notícias
participação social

População da Amazônia discute sugestões para Rio+20

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 29/09/2011

Representantes dos povos da floresta, empreiteiros, ambientalistas, pesquisadores e empresários da Amazônia se reuniram nesta semana, em Belém, no Pará, para debater medidas que possam auxiliar no desenvolvimento sustentável da região e que poderão ser integradas ao documento que define a posição oficial do Brasil na Rio+20 - Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontece em junho de 2012, no Rio de Janeiro (leia também: O que é Rio+20). 

O evento, promovido pelo Instituto Vitae Civilis, com o apoio do Pnuma - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, faz parte do projeto Diálogos Nacionais sobre Economia Verde, que pretende ouvir os mais diversos setores da sociedade civil, de todas as regiões brasileiras, para reunir ideias que ajudem o Brasil a formular sua agenda para a nova economia

A iniciativa, que já passou por outras duas regiões, além da Amazônia, ainda seguirá para o Nordeste e Sudeste e as melhores sugestões dos cidadãos de todo o país serão discutidas em evento nacional, que acontece em São Paulo, nos dias 17 e 18 de outubro. 

Apenas no evento do Pará, mais de 150 propostas sobre o desenvolvimento sustentável da Amazônia e a transição para a economia verde foram recolhidas. Segundo a equipe do Vitae Civilis, nem todas as ideias poderão ser aproveitadas para formular a posição brasileira na Rio+20, mas, independente disso, as propostas da sociedade civil podem contribuir para a formulação de planos de desenvolvimento econômico estratégicos para cada região brasileira.

comments powered by Disqus