Notícias
países sustentáveis

Suécia lidera ranking mundial de performance pela economia verde

Suzana Camargo - Planeta Sustentável - 22/10/2014

[img1][box-leia]Divulgado esta semana, o Global Green Economy Index 2014 (GGEI)*, realizado pela consultoria internacional Dual Citizens, elegeu a Suécia como o país que apresenta a melhor performance rumo a uma economia mais sustentável, entre 60 nações avaliadas.

Lançado desde 2010, o índice elabora dois rankings paralelos: performance, que analisa o que de fato os países vêm fazendo para alcançar uma economia mais verde e, percepção, em que uma pesquisa com especialistas e pessoas que atuam na área demonstra a visão dos mesmos sobre as nações que compõem a lista.

O levantamento leva em conta indicadores como mercados e investimentos, liderança em mudanças climáticas, setores eficientes e capital natural e ambiental.

No ranking de performance, quatro países nórdicos aparecem entre os dez melhores. São eles Suécia, seguida por Noruega (2º), Dinamarca (5º), Finlândia (8º) e Islândia (9º). Já na avaliação sobre percepção, a Alemanha está em primeiro lugar (o país também aparece na 4ª posição no ranking de performance).

Segundo os pesquisadores, a grande surpresa desta 4ª edição do Global Green Economy Index foi a Costa Rica, que até então não fazia parte do estudo. O pequeno país da América Central conseguiu o 3º lugar na lista de performance e o 14º na de percepção.

Na América do Sul, Colômbia, Peru e Chile também participaram pela primeira vez da pesquisa e obtiveram boas posições. O Brasil ficou com o 18º lugar na avaliação de performance e 15º em percepção.

 

Pela primeira vez, o país não aparece entre os dez melhores. Um dos motivos é que este ano um número maior de nações fez parte da avaliação, os quais apresentaram esforços mais consistentes em prol da sustentabilidade. Apesar de ser citado como um mercado atrativo para investimentos em tecnologias limpas e energias renováveis, o Brasil precisa exercer mais fortemente sua liderança pela economia verde, diz o GGEI.

Uma análise mais profunda do relatório mostra que muitos países, como a própria Costa Rica, têm realizado bons investimentos no setor sustentável, mas isto ainda não é percebido pela comunidade internacional. Outros, entretanto, principalmente no bloco das nações ricas, são vistos como líderes, mas têm deixado a desejar. O estudo dá como exemplos a Austrália, Estados Unidos, Japão e Holanda.

Como em 2012, Copenhague, capital da Dinamarca, recebeu o título de top green city.

* Global Green Economy Index 2014

comments powered by Disqus
Tags: