Notícias
greenwashing

Sete pecados

Giuliana Capello - Bons Fluídos - 18/03/2011

A empresa americana Terra Choice, de marketing ambiental e consultoria, examinou neste ano 5 296 produtos anunciados como verdes no Canadá e nos Estados Unidos e – atenção! – revelou que mais de 95% deles cometem ao menos um tipo de deslize classificado como greenwashing (maquiagem ou “verniz verde”). 

Para ajudar o consumidor a fazer escolhas realmente mais amigáveis para o planeta, o site da empresa traz a lista dos sete pecados mais cometidos pelos fabricantes supostamente ecológicos. Selecionamos alguns deles para você:

{1} Falta de provas: não dar acesso a informações que comprovem os argumentos da publicidade
{2} Irrelevância: divulgar uma “vantagem verde” que é mera obrigação do fabricante. Exemplo: dizer que ele é livre de uma substância proibida por lei
{3} Dos males, o menor: distrair o consumidor ressaltando um diferencial que não elimina o caráter negativo da mercadoria (cigarros orgânicos, por exemplo)
{4} Imprecisão: usar definições vagas, como rotular de “100% natural” produtos com substâncias tóxicas encontradas na natureza (mercúrio e arsênico, por exemplo)

{SINS OF GREENWASHING}
WWW.sinsofgreenwashing.org

comments powered by Disqus