Notícias
meio ambiente

Senado pede maior prazo para avaliar novo Código Florestal

Mariana Jungmann - Edição: Rivadavia Severo - Agência Brasil - 02/06/2011

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), pediu hoje (1º) que a presidenta da República, Dilma Rousseff, dê um prazo de seis meses para que o Senado analise a reforma do Código Florestal. A solicitação também envolve a prorrogação do decreto que suspende os efeitos da Lei de Crimes Ambientais pelo mesmo período. O decreto vence no próximo dia 11.

O assunto foi discutido no almoço oferecido por Dilma à bancada do PMDB hoje. Os senadores do PMDB saíram do encotnro sem a resposta da presidenta sobre o pedido de prorrogação do decreto. "A presidenta ouviu o pleito, ficou de analisar, no fim desta semana deveremos ter uma posição", afirmou Jucá.

Segundo os senadores, com a chegada do projeto de reforma do Código Florestal ao Senado hoje (1º), a Casa ficaria com o prazo apertado para analisar o projeto antes que os produtores rurais fiquem em situação de ilegalidade.

Jucá disse que a reunião serviu também para aproximar a bancada do PMDB com o governo. A presidenta ouviu, inclusive, as reivindicações dos peemedebistas sobre a necessidade de mudar a forma de tramitação das medidas provisórias - assunto que está em debate no Senado que poderá ser votado em breve.

"Discutimos a aproximação do PMDB com o governo, o tipo de contribuição que a bancada pode dar, a questão das medidas provisórias foi debatida também. A presidenta demonstrou todo interesse em trazer ainda mais para perto o PMDB, no sentido de que ele possa contribuir com o governo, portanto foi um almoço muito positivo", completou o líder do governo.

comments powered by Disqus