Notícias
rio+20

Secretário diz que Brasil é qualificado para garantir sucesso da conferência

Priscilla Mazenotti - Edição: Lílian Beraldo - Agência Brasil - 09/03/2012

O secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), Sha Zukang, disse ontem (8) que o Brasil é qualificado para garantir o sucesso do evento, marcado para junho, no Rio de Janeiro.

"Vocês [Brasil] têm tido melhor desempenho que a maioria dos demais países, têm forte liderança e autoridade. Essa é a responsabilidade do Brasil para assegurar que a conferência seja um sucesso", disse ao participar de audiência pública no Senado. "Sou o secretário-geral, mas o verdadeiro líder é o Brasil, que é qualificado para isso", completou.

Sha Zukang disse que é preciso pensar em desenvolvimento econômico aliado ao desenvolvimento sustentável. "São três pilares: desenvolvimento econômico, social e a questão ambiental, integrada de modo coerente. Sem um bom meio ambiente não podemos desenvolver nada", comentou.

Cerca de 45 mil pessoas devem se envolver nas discussões e na organização da cúpula, que ocorre duas décadas depois de outra conferência que marcou época, a Rio 92. A ideia é definir um modelo internacional para os próximos 20 anos com base na preservação do meio ambiente, mas com foco na melhoria da qualidade de vida a partir da erradicação da pobreza, por meio de programas sociais, a economia verde e o desenvolvimento sustentável para uma governança mundial.

"São 193 delegações. Há uma complexidade extraordinária na conferência em si. É uma renovação do nosso engajamento no multilateralismo como a via legítima de solução dos problemas globais", disse o subsecretário-geral de Energia e Alta Tecnologia do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Luiz Alberto Figueiredo, que também participou da audiência pública.

comments powered by Disqus