Notícias
saneamento básico

RJ: 750 mil domicílios ainda não têm acesso a esgoto

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 16/06/2011

O Instituto Trata Brasil lançou hoje, 16 de junho, em parceria com a FGV - Fundação Getúlio Vargas, estudo que analisa a situação do saneamento básico na região metropolitana do Rio de Janeiro

A publicação revelou que cerca de 750 mil domicílios da metrópole, localizados sobretudo na cidade do Rio de Janeiro, ainda não possuem acesso à rede de esgoto, sendo que a maioria deles - cerca de 84% - ficam em municípios situados em torno da Baía da Guanabara. Ou seja, grande parte desse esgoto está sendo despejado, sem tratamento algum, no local, poluindo a baía, que é considerada a segunda maior, em extensão, do litoral brasileiro. 

O estudo apontou ainda que, entre os domicílios que possuem acesso à rede de esgoto, 31,5% não recebem tratamento adequado e, portanto, também acabam contribuindo para a contaminação do meio ambiente

Denominado Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014, o relatório pretende mostrar quanto deve ser investido nas metrópoles que sediarão o evento esportivo para que elas consigam universalizar seus sistemas de coleta e tratamento de esgoto até 2014. No caso do Rio de Janeiro, o volume de investimentos necessário será de R$ 1,1 bilhão, o que significa um acréscimo de R$ 250 milhões, por ano, no orçamento de saneamento da região. 

A publicação ainda pontuou que a universalização do saneamento básico diminuiria cerca de 3% da taxa de mortalidade infantil e aumentaria a expectativa de vida na região metropolitana do Rio de Janeiro em até 2,3 anos. 

Por fim, o relatório - que ainda será aplicado nas outras dez regiões metropolitanas do país que sediarão os jogos da Copa do Mundo de 2014 - esclareceu que, apesar de ainda estar longe de ser satisfatório, o sistema de saneamento básico do Rio de Janeiro apresentou melhorias na última década: o número de domicílios com acesso à rede de esgotos aumentou 4,3% ao ano e o tratamento de esgoto melhorou em 16 dos 20 municípios que constituem a região metropolitana do Rio de Janeiro. 

O relatório Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 está disponível, na íntegra, no portal do Trata Brasil.  

Leia também:
Metade do Brasil não tem esgotamento sanitário

comments powered by Disqus