Notícias
alimento aos leões

Sacrifício de girafa em zoo dinamarquês gera debate

Guilherme Dearo - Exame.com - 11/02/2014

[img1]

[box-leia]Um filhote de girafa, em perfeito estado de saúde, foi sacrificado no domingo, 09/02, em um zoológico da Dinamarca. A ação do zoológico de Copenhagem gerou uma onda de protestos de defensores de animais.

O filhote macho, de nome Marius, foi morto e seu corpo foi dissecado na frente de visitantes, que estavam previamente autorizados a assistir o procedimento. Entre os visitantes, havia dezenas de crianças. Depois, os pedaços do animal foram dados aos leões. Todo o processo foi filmado e colocado ao vivo na internet. Há um vídeo da morte no site do The Guardian. No site da Time, há um vídeo da girafa sendo comida pelos leões.

O zoológico explicou que a girafa não poderia crescer ali, para não haver consanguinidade entre exemplares da espécie - o que poderia causar problemas genéticos nos próximos animais.

Como a castração ou a reintrodução na natureza também poderiam ter efeitos colaterais graves no animal, optou-se por sacrificá-lo e dá-lo como alimento. O procedimento esteve de acordo com um protocolo europeu sobre a procriação de animais em cativeiro.

O sacrifício foi levado adiante mesmo com uma petição que tinha recolhido mais de 27 mil assinaturas contra a eutanásia. O diretor científico do zoológico, Bengt Holst, disse à BBC que recebeu ameaças de morte depois de anunciar a decisão de sacrificar o animal.

Diversos outros parques e zoológicos se ofereceram para receber Marius, mas os biológos dinamarqueses disseram que em todos o problema da proximidade genética com outros animais persistiria.