Notícias
rio 92

Rumo à Rio+20, países precisam reafirmar compromissos

Carolina Gonçalves - Edição: Aécio Amado - Agência Brasil - 24/11/2011

O subsecretário-geral da Rio+20 e subsecretário-geral para Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas, Sha Zukang, disse ontem (23), no Rio de Janeiro, que os Estados-Membros da Organização das Nações Unidas (ONU) precisam reafirmar os compromissos firmados durante a Rio 92 e adotar formas de integrar desenvolvimento econômico e social e preservação ambiental.

Segundo Sha Zukang, os países signatários da conferência que foi realizada em 1992, no Rio de Janeiro, reunindo 117 governantes de várias partes do mundo que buscaram soluções para o desenvolvimento sustentável das populações mais carentes do planeta, têm agora novos desafios, como a integração e implementação dos eixos desse novo modelo de desenvolvimento.

"A primeira palavra mágica é integração. Há 20 anos concordamos com o desenvolvimento sustentável como caminho. Nesse período o desenvolvimento econômico evoluiu muito. O que é bom, mas gerou custos. Vimos uma crescente lacuna entre ricos e pobres. Precisamos pôr em prática o que os líderes assinaram há 20 anos", avaliou Sha Zukang.

O secretário-geral da Rio+20 ainda acrescentou que é preciso coerência na criação e desenvolvimento de programas e projetos. Segundo ele, nesse quesito, o Brasil é um país que atingiu um modelo positivo, com ações multidisciplinares entre diferentes órgãos, como projetos em parceria entre Ministério da Fazenda e do Meio Ambiente, como exemplificou.

Durante o evento organizado para tratar dos avanços e desafios para a Conferência Rio+20, que ocorre em 2012 na capital fluminense, Sha Zukang ainda destacou o ineditismo e a importância do lançamento do site do evento mundial em idioma português.

Zukang lembrou que além das atividades da conferência, a página na internet apresenta debates sobre temas prioritários propostos por diferentes segmentos da sociedade e de governos, como a sugestão por um roteiro do desenvolvimento sustentável. Ele pediu ainda que a sociedade continue contribuindo neste espaço virtual que servirá como uma das bases para a reunião que acontece em Nova York no início de dezembro e deve traçar as diretrizes para a Rio+20.

comments powered by Disqus