Notícias
Reciclanip/Divulgação
lixo

Indústria reciclou mais de 320 mil t de pneus em 2011

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 03/02/2012

A Reciclanip - entidade sem fins lucrativos criada pelas empresas que produzem pneus no Brasil - destinou à reciclagem mais de 320 mil toneladas de pneus inservíveis no último ano. A quantia, que equivale a cerca de 64 milhões de pneus de carros de passeio, foi superior a de 2010, quando foram coletadas 311 mil toneladas.

O material foi recolhido nos mais de 725 pontos de coleta de pneus inservíveis do Brasil (confira a lista completa aqui) e encaminhado pela Reciclanip para locais de reciclagem, onde é reaproveitado de diversas formas. Entre elas, para a produção de combustível alternativo para a indústria de cimento e para a fabricação de solados de sapato, dutos pluviais, pisos para quadras poliesportivas, asfalto-borracha e tapetes para automóveis.

Se descartados de forma incorreta, os pneus inservíveis contribuem para o entupimento de redes de esgoto - e, consequentemente, a incidência de enchentes -, a poluição de rios e a proliferação do mosquito da dengue, além de ocupar um enorme volume nos aterros sanitários. Por isso, a Reciclanip alerta: "É muito importante que o consumidor tenha a consciência de não levar pneus velhos para casa. Sempre que ele comprar um pneu novo, ele deve deixar o inservível na loja, que tomará as providências necessárias para que o pneu chegue até o ponto de coleta", disse Eugênio Deliberato, presidente da entidade e, também, da Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. Caso tenha um pneu velho em casa, o consumidor pode, ainda, encaminhá-lo para um dos pontos de coleta da Reciclanipe, mediante agendamento.

Os dados a respeito da reciclagem de pneus inservíveis promovida pela Reciclanip foram divulgados nesta semana, no lançamento do Balanço 2011 da entidade. Na ocasião, a organização garantiu que não perderá o ritmo e, em 2012, investirá US$ 41 milhões na destinação ecologicamente correta dos pneus.

Leia também:
De pneu velho a piso de quadras, tapete e cimento

comments powered by Disqus