Notícias
igualdade de gênero

Prêmio WEPs reconhece empresas com práticas de empoderamento das mulheres

Marina Maciel - Planeta Sustentável - 04/10/2013

[img1][box-leia]No dia 07/10, a Itaipu Binacional lançará o Prêmio WEPs Brasil 2014 – Empresas Empoderando Mulheres durante o Fórum Momento Mulher*, em São Paulo, com o objetivo de incentivar e promover a igualdade de gênero e o empoderamento da mulher nas pequenas, médias e grandes empresas brasileiras.

A premiação – que tem a parceria do Planeta Sustentável, da Global Reporting Initiative (GRI) e da jornalista Ana Paula Padrão (organizadora do Fórum), entre outros – é reconhecida pelo Pacto Global e pela ONU Mulheres, criadores dos princípios de empoderamento das mulheres, também chamados de WEPs (sigla de Women´s Empowerment Principles), e também de suas representações brasileiras: a Rede Brasileira do Pacto Global e a ONU Mulheres Brasil.

“Queremos contribuir para a disseminação da cultura e dos conceitos de equidade de gênero no Brasil”, diz Margaret Groff, diretora financeira da Itaipu e uma das idealizadoras do prêmio. “A iniciativa tem caráter educativo e as empresas participantes não serão obrigadas a aderir aos princípios, mas acreditamos ela promoverá um salto na cultura do emponderamento feminino e, consequentemente, na adesão aos WEPs”. No Brasil, 55 empresas adotam os princípios, enquanto cerca de 650 empresas são signatárias no mundo. Segundo a executiva, o prêmio deve estimular também a maior participação das empresas privadas no Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça da Secretaria de Políticas para as Mulheres, do governo federal.

A inscrição é gratuita e pode ser feita a partir de 08/10 (e até 22/11) pelo site da iniciativa. As empresas vencedoras serão conhecidas em cerimônia marcada para março de 2014.

O lançamento do Prêmio será realizado durante o último painel do Fórum Momento Mulher, com Jorge Samek, diretor-geral brasileiro da Itaipu, Margaret Groff, Nadine Gasman, diretora da ONU Mulheres no Brasil e Lauren Gula, representante da ONU para os WEPs.

O encontro reunirá CEOs de empresas como Paul Polman, da Unilever, Jorge Soto, diretor da Braskem e presidente da Rede Brasileira para o Pacto Global, além de representantes da FGV, McKinsey e Data Popular e das ativistas Caroline Casey e Samar Badawi, ativista política saudita agraciada com o Prêmio Mulheres de Coragem (Women of Courage Award), concedido pelo Ministério das Relações Exteriores dos EUA.

comments powered by Disqus