Notícias
inovação do conhecimento

Prêmio Fundação Bunge 2013 revela vencedores

Redação - Planeta Sustentável - 01/08/2013

[img1]

[box-leia]A 58ª edição do Prêmio Fundação Bunge anunciou seus quatro vencedores que produziram trabalhos com base em dois temas: Recursos Hídricos e Agricultura e Crítica Literária, nas categorias Vida e Obra e Juventude.

RECURSOS HÍDRICOS E AGRICULTURA
- Klaus Reichard, professor da USP – Universidade de São Paulo, venceu na categoria Vida e Obra com suas pesquisas sobre aplicação de energia nuclear na agricultura, agrometeorologia e física de água no solo;
- Samuel Beskow foi selecionado na categoria Juventude por seu trabalho em engenharia de água e solo realizado na Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul.

CRÍTICA LITERÁRIA
- Leyla Beatriz Perrone, pesquisadora da USP - Universidade de São Paulo, foi contemplada na categoria Vida e Obra por sua trajetória de pesquisa em literatura brasileira, francesa e portuguesa;
- Alexandre André Nodari, da Universidade de Santa Catarina, venceu na categoria Juventude com trabalho voltado à teoria literária.

Eles foram escolhidos por um júri formado por reitores de universidades e presidentes de entidades científicas e culturais de renome, e receberão seus prêmios em 01/10, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O Prêmio Bunge foi criado em 1955, marcando o lançamento da Fundação, para incentivar a inovação em diversas áreas do conhecimento. Diferente de outros prêmios, aqui, os candidatos não são inscritos, mas indicados por instituições de ensino e entidades culturais e científicas brasileiras. Este ano as indicações bateram recorde: 179. Os valores são diferenciados por categoria: para Vida e Obra, R$ 135 mil; para Juventude, R$ 50 mil e os vencedores ainda recebem medalhas de ouro e prata respectivamente.