Notícias
saúde

Poluição tira mais de 8 meses de vida do europeu

Marina Franco - Planeta Sustentável - 17/02/2012

Novo relatório do Centro Europeu para o Meio Ambiente e Saúde*, da OMS - Organização Mundial da Saúde, aponta que os europeus perdem 8,6 meses de expectativa de vida por causa dos altos níveis de poluição do ar. Além disso, um a cada cinco mortos na Europa morrem devido a doenças associadas ao meio ambiente, como poluição, ruídos do tráfego e condições precárias de habitação.

O relatório Desigualdades Ambientais e de Saúde da Europa analisou os seguintes indicadores:abastecimento de água inadequado; falta de vasos sanitário com descarga; falta de uma banheira ou chuveiro; superlotação; umidade em casa; incapacidade de manter a casa adequadamente quente; acidentes de trabalho; acidentes no trânsito; intoxicações fatais; quedas fatais; exposição a ruídos em casa; falta de acesso a áreas verdes de lazer; exposição à fumaça em casa; e exposição à fumaça no trabalho.

Os piores problemas apontados pelo documento são:
- péssimas condições de moradia, que matam cem mil pessoas por ano no continente;
- falta de aquecedores para 16 milhões de europeus e
- carência de saneamento básico adequado.

A porcentagem de mortes por conta de doenças ocasionadas por problemas ambientais varia de acordo com o país, região do país e grupo social. Habitantes de países mais pobres - segundo o relatório, 80 milhões vivem na pobreza na Europa - correm cinco vezes mais riscos do que os de nações ricas. 

*Centro Europeu para o Meio Ambiente e Saúde

comments powered by Disqus