Notícias
poluição

Poluição mata 2 milhões por ano no mundo

Vanessa Barbosa - Exame.com - 27/09/2011

A poluição do ar nas grandes cidades tem alcançado níveis nada seguros para a saúde humana. Por ano, em todo o mundo, cerca de 2 milhões de pessoas morrem em decorrência da poluição atmosférica. A constatação é de um estudo inédito da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado nesta segunda, que avaliou a qualidade do ar em 1,1 mil cidades em 95 países.

Os efeitos sobre a saúde são devastadores. Estre os perigos em suspensão no ar estão partículas ultrafinas, conhecidas como PM2,5. Presentes por exemplo na fuligem liberada pelos carros, essas partículas invisíveis podem penetrar nos pulmões e na corrente sanguínea, causando doenças cardíacas, câncer de pulmão, asma e infecções respiratórias. Segundo a OMS, a média da concentração anual dessas partículas no ar deve se ser de até 20 microgramas por metro cúbico (mg/m3), níveis considerados seguros.

No entanto, os dados divulgados hoje mostram uma realidade bem diferente e preocupante – a média em algumas regiões chega a 300 mg/m3. É o caso de Ahwas, no Irã, a cidade mais poluída do mundo, com níveis quase 19 vezes maiores que o recomendado. "A poluição atmosférica é um grave problema de saúde ambiental e é vital que nós aumentemos os esforços para reduzir o impacto sobre a saúde", afirmou Maria Neira, diretora da OMS para Saúde Pública e Meio Ambiente, durante divulgação do relatório.

"Em muitos países não existe qualquer regulamentação da qualidade do ar e, quando elas existem, as normas nacionais e sua aplicação variam muito”.O relatório também indicou que 1,1 milhão de mortes poderiam ser evitadas se as normas de segurança fossem respeitadas. De 91 países avaliados, o Brasil é o 44° com maior índice médio de poluição do ar.

RIO TEM AR MAIS POLUÍDO QUE SP
Elogiado internacionalmente pelos seus atrativos naturais, o Rio de Janeiro ficou na 144ª colocação entre as cidades mais poluídas – superando em três vezes os níveis recomendados pela OMS. Por metro cúbico de ar, foi registrada uma taxa de 64 microgramas de poluição. O desempenho da qualidade do ar da cidade sede da Copa 2014 foi inferior à São Paulo, que aparece na 268ª posição.

A região metropolitana de São Paulo apresentou uma taxa de 38 microgramas por metro cúbico, índice duas vezes acima do padrão recomendado pela OMS. Na tabela abaixo, você confere as 10 cidades mais poluidas,segundo a taxa de poluição por metro cúbico de ar (ug/m³). A média considera pela OMS como sem risco à saúde é de 20.

comments powered by Disqus