Notícias
segurança alimentar

Campanha Põe no Rótulo: ainda dá tempo de participar da consulta pública

Suzana Camargo - Planeta Sustentável - 13/08/2014

[img1][box-leia]Milhares de pessoas já abraçaram a causa nas redes sociais e outras tantas participaram da consulta pública promovida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

E ainda dá tempo de você participar! A campanha Põe no Rótulo foi organizada em fevereiro deste ano por um grupo de pais e mães que se reuniram na internet. O movimento defende a obrigatoriedade de informações claras nos rótulos de produtos industrializados. Isso porque nem sempre substâncias que podem induzir a uma reação alérgica - como leite, soja, ovo, peixe, amendoim, entre outros - estão identificadas nos produtos.

"Hoje, sem normas padronizando o destaque de alérgenos nos rótulos, as compras no supermercado são momentos de tensão", revela Cecilia Cury, advogada e uma das coordenadoras da campanha. "Temos que ler todos os rótulos, de todos os produtos, com receio de, numa piscada de olhos, perder algum ingrediente que indique a presença de um dado alérgeno".

Segundo Cecilia, houve um enorme apoio popular à iniciativa, não somente de familiares de pessoas com alergia alimentar, mas também de quem endossa a campanha pelo viés do direito à informação. "Os rótulos dos produtos poderiam nos informar mais sobre temas que realmente importam (alérgenos, transgênicos, corantes, glúten, fenil, orgânicos) para que o consumidor possa, de fato, fazer escolhas conscientes e, assim, cuidar melhor de sua saúde".

A mobilização da sociedade civil fez efeito e uma consulta pública foi aberta pela Anvisa. Mais de 2.500 mil pessoas já fizeram comentários e deram sugestões. E ainda há tempo de participar. Até 18/08 é possível fazer um cadastro e deixar sua contribuição.

Após esta data, a agênca irá apreciar os comentários que foram feitos. Há possibilidade de ser agendada uma nova reunião com representantes das partes interessadas, a fim de debater sugestões de alteração apresentadas ao longo da consulta. Ao fim deste processo, a comissão responsável por consolidar as informações fará um relatório justificando eventuais alterações no texto da norma e apresentará à Diretoria Colegiada, a quem cabe aprovar - ou não- o texto apresentado.

Se tudo der certo, uma vez publicada no Diário Oficial, a norma entrará em vigor depois de 12 meses. A mobilização continua. Fique por dentro de todas as novidades da campanha na página do Põe no Rótulo no facebook

comments powered by Disqus
Tags: