Notícias
culinária na sala de aula

Petição do chef Jamie Oliver exige educação alimentar nas escolas

Marina Maciel - Planeta Sustentável - 07/05/2015

[img1][box-leia]Com certeza, você já ouviu o ditado "você é o que você come". Mas já pensou em como seria melhor se todos tivessem acesso à informação de qualidade sobre alimentação ainda na infância? Essa é a principal reivindicação do ativista e chef de cozinha Jamie Oliver em sua nova campanha: uma petição mundial para pressionar os governos do G20 a garantir o direito à educação alimentar nas escolas.

A ação, que pretende coletar ao menos um milhão de assinaturas na plataforma Change.org, faz parte das comemorações da 4ª edição do Food Revolution Day (Dia da Revolução da Comida, em tradução livre), celebrado em 15/05, data em que crianças cozinham em milhares de escolas pelo mundo.

Oliver acredita que ensinar crianças na sala de aula é um caminho rumo à alimentação saudável e à prevenção da obesidade, que mais que duplicou desde os anos 1980 em todo o mundo e pode levar a doenças como diabetes tipo 2. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 42 milhões de crianças com até cinco anos estavam acima do peso ou obesas em 2013.

"Ao educar nossas crianças sobre alimentação, de onde vem a comida, como cozinhá-la e como fazer compras, podemos virar o jogo sobre esta epidemia que afeta a maior parte do mundo atualmente", destacou Oliver. "Este é o caminho para dar voz a todos que se importam com o futuro da saúde das nossas crianças", disse.

Até a publicação desta reportagem, a petição conta com mais de 767 mil apoiadores. Quer participar das celebrações na internet? Use a hashtag #foodrevolutionday e acesse a página do movimento (em inglês).

comments powered by Disqus
Tags: