Notícias
formação

PD em modelagem climática com bolsa da FAPESP

Redação - Agência Fapesp - 26/07/2011

O Projeto Temático "Avaliações de impactos e vulnerabilidade às mudanças climáticas no Brasil e estratégias de opções de adaptação" oferece uma posição de bolsa de pós-doutorado de dois anos no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em Cachoeira Paulista (SP), para desenvolver pesquisa em modelagem climática regional na América do Sul usando o modelo regional Eta.

Um dos objetivos do projeto é melhorar o entendimento dos impactos das mudanças climáticas e identificar as regiões que potencialmente possam ser afetadas por essas mudanças, assim como das vulnerabilidades das pessoas que morem nessas áreas de risco no Brasil.

Os setores envolvidos são: recursos hídricos, sistemas sociais, desastres naturais de origem meteorológica e megacidades. Os candidatos deverão ter experiência em modelagem climática regional (desenvolvimento do modelo e efetuar testes e rodadas).

O trabalho se concentrará em estudos de mudança climática sobre a América do Sul, usando os modelos globais do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) e outros, como condições de contorno para o modelo regional Eta - versão para mudanças climáticas.

O trabalho vai consistir de efetuar rodadas em alta resolução do modelo Eta no nível multidecadal, incluindo análises de extremos para o clima do presente e futuro.

Mais informações sobre o projeto no site do Centro de Ciência do Sistema Terrestre.

Os candidatos deverão enviar currículo vitae, cartas de duas referências e uma carta explicando o interesse na vaga em modelagem climática. Os documentos deverão ser enviados em formato PDF para o coordenador do projeto, José Marengo Orsini (Jose.marengo@inpe.br), até o dia 30 de julho de 2011.

Os candidatos serão contatados para entrevista, pessoalmente ou por Skype ou telefone.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP (no valor de R$ 5.333,40 mensais), Reserva Técnica e Auxílio Instalação. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

O bolsista de PD, caso resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis no site da FAPESP

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão publicadas no site FAPESP-Oportunidades.

comments powered by Disqus