Notícias
Google Maps/Reprodução
rio de janeiro

Parque aquático é interditado por uso irregular de poços

Redação - Agência Brasil - 04/10/2011

Um dos maiores parques aquáticos da América Latina, o Rio Water Planet, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, foi interditado ontem (3) pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Os fiscais constataram a existência de oito poços artesianos sem outorga (autorização para a perfuração e utilização do poço artesiano), cada um com captação superior a 5 mil litros de água por hora, além de despejo irregular de esgoto, na rede de águas pluviais.

De acordo com a presidente do Inea, Marilene Ramos, o uso de poços artesianos sem autorização causa inúmeros problemas à saúde da população. "Essa utilização sem outorga do uso da água tem dois problemas, o ambiental e o de risco para saúde humana, pois ela não passou por uma análise de qualidade para verificar se é ou não adequada para o uso", disse.

Marilene Ramos declarou, ainda, que o parque foi notificado e multado por crime ambiental. E o valor da multa, pode variar entre R$ 5 mil e R$ 1 milhão, de acordo com a legislação ambiental. "O parque iniciou um processo para receber a outorga, porém ele não deu andamento ao processo. Não entregou os estudos, e por isso foi pedida a vistoria, e como foi constatado uso de água dos poços irregular, ele foi interditado".

Ela explicou que o despejo de esgoto, após passar pela estação de tratamento do parque, ia para a rede de águas pluviais, o que não é permitido, uma vez que existe uma rede de esgoto na região.

comments powered by Disqus