Notícias
governo

PAC 2: 14% das obras no setor de energia já estão prontas

Sabrina Craide, Daniel Lima e Pedro Peduzzi - Agência Brasil - 01/08/2011

No primeiro semestre de 2011, entraram em operação comercial mais 2 mil megawatts de energia para o país. Entre os empreendimentos que começaram a gerar energia neste ano estão as usinas hidrelétricas de Estreito, no Rio Tocantins (MA/TO) e Dardanelos, no Rio Aripuanã (MT), além do Complexo Eólico Cerro Chato, no Rio Grande do Sul.

Também foram concluídas as obras de quatro linhas de transmissão. As obras de 21 linhas e 19 subestações estão em andamento. Os dados constam do primeiro balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para o período 2011-2014, apresentado pelo governo na manhã da última sexta-feira (29).

O balanço do PAC 2 mostra que 14% das obras do setor de energia já foram concluídas. Há ainda 76% andando em ritmo adequado, 9% que merecem atenção e 1% em situação preocupante.

Além das obras de grande porte, como as usinas hidrelétricas Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira, e Belo Monte, no Rio Xingu, mais 76 projetos previstos no PAC devem acrescentar 26,2 mil megawatts ao sistema brasileiro nos próximos anos.

No setor de refino e petroquímica, estão previstas obras como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco e as Refinarias Premium 1 e 2, no Maranhão. Na área de petróleo e gás natural, o PAC 2 prevê pesquisas exploratórias, perfuração de poços, construção de plataformas de petróleo e o desenvolvimento da produção, incluindo a camada pré-sal.

comments powered by Disqus