Notícias
Mixy/Creative Commons Situação dos oceanos alerta para risco de extinção em massa
biodiversidade ameaçada

Situação dos mares aponta risco de extinção em massa

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 21/06/2011

Estudo divulgado nesta segunda-feira, 20 de maio, pelo Ipso - Programa Internacional sobre o Estado dos Oceanos, revelou que as atuais condições dos mares de todo o mundo sinalizam para o risco da sexta extinção em massa da história dos oceanos - momentos caracterizados pelo desaparecimento de mais de 50% das espécies marinhas

Isso porque, segundo o relatório - que foi produzido por 27 especialistas de seis países diferentes -, as outras cinco extinções em massa registradas na Terra tiveram ligação direta com fenômenos que estão sendo registrados atualmente, em grande escala, nos oceanos - como alterações no ciclo de carbono, acidificação e baixa concentração de oxigênio na água

A quantidade de carbono absorvida hoje pelos oceanos, por exemplo, já supera os níveis de absorção da substância na época em que ocorreu a última extinção significativa das espécies marinhas, há 55 milhões de anos. 

De acordo com o estudo, a grande diferença desse ciclo, em comparação com os cinco que aconteceram anteriormente, é que seria a primeira vez que uma extinção em massa nos oceanos seria provocada por conta de atividades humanas

A boa notícia é que, por estar sendo causada pelo homem, a sexta extinção em massa ainda pode ser evitada, desde que medidas de prevenção sejam tomadas imediatamente. Entre as ações citadas no estudo estão:
- a suspensão das práticas de pesca predatória, sobretudo em alto mar;
- o mapeamento e redução significativa do lançamento de poluentes nos oceanos, como plásticos, fertilizantes agrícolas e detritos humanos e
- a diminuição da emissão de gás carbônico, já que os mares funcionam como uma esponja, que absorve mais de um quarto de todo o CO2 lançado na atmosfera. 

As principais conclusões do relatório serão apresentadas, pelos cientistas envolvidos no estudo, ainda nesta semana, na sede da ONU - Organização das Nações Unidas, em Nova York, com a intenção de alertar os governos para a necessidade de mudar a forma como os oceanos estão sendo gerenciados.

comments powered by Disqus