Notícias
japão

Número de mortos no Japão pode chegar a mil

Mônica Nunes/Ana Luíza Vastag - Planeta Sustentável - 11/03/2011

Segudo notícia publicada no site da Revista Exame, esse foi o maior terremoto que já atingiu o Japão em 140 anos de medições. O abalo de 8,9 graus de magnitude causou uma onda de dez metros de altura que varreu casas, navios, carros e estruturas agrícolas, e provocou a morte de provavelmente mil pessoas.

Por enquanto, a apuração oficial fala de 133 mortos e 531 desaparecidos pelo terremoto, enquanto as autoridades da cidade de Sendai dizem que pode haver entre 200 e 300 vítimas do tsunami que devastou essa região litorânea. 

O Ministério da Defesa disse que cerca de 1.800 casas na província de Fukushima foram destruídas, por isso o número final de mortos pode passar de mil, segundo a agência de notícias Kyodo, órgão oficial do governo japonês.

Devido o tsunami, a população japonesa foi orientada a fugir de áreas costeiras para terrenos mais elevados. Países como a Indonésia, o Estado norte-americano do Havaí e as Filipinas já deteminaram a desocupação de áreas próximas à costa. Taiwan, Austrália e Nova Zelândia, porém, suspenderam o alerta.

Foram registrados incêndios em pelo menos 80 lugares, e uma embarcação com cem pessoas naufragou por causa do tsunami. Algumas usinas nucleares e refinarias de petróleo foram paralisadas.

 

comments powered by Disqus