Notícias
inovação

Nova bateria Powerwall, da Tesla, está esgotada até 2016

Marina Maciel - Planeta Sustentável - 11/05/2015

[img1][box-leia]Mal se passou uma semana desde que Elon Musk, mente por trás da Tesla, anunciou a Powerwall - uma bateria que promete revolucionar a forma de prover energia limpa para casas e escritórios por um dia inteiro - e a novidade está esgotada até meados de 2016. No entanto, ainda é possível fazer pedidos do produto, revelou o CEO na última quarta-feira (6), em conferência telefônica com a imprensa.

Durante esse período, foram realizadas 38 mil reservas para o sistema que abastece casas, que começará a ser comercializado no final do ano, e 2,5 mil reservas para outra versão do sistema, com baterias maiores, de escala comercial. Se as compras forem concretizadas, equivalerão a US$ 800 milhões de dólares de renda para a Tesla, estimam analistas da Bloomberg Business.

Integrada à rede elétrica, compacta, discreta, de longa duração (com garantia de 10 anos) e com preço competitivo, a Powerwall é "um marco para impulsionar os sistemas de armazenamento de energia", avalia o engenheiro florestal Tasso Azevedo, curador do Blog do Clima do Planeta Sustentável. (Leia a análise completa de Azevedo no post: O efeito Elon Musk)

Segundo Musk, o objetivo por trás da criação desse sistema de baterias é viabilizar a utilização de energia solar e eólica durante um dia inteiro, dando fim à era dos combustíveis fósseis. "O Powerwall está para a energia solar como o iPhone esteve, em 2006, para o setor de telefonia e internet móvel. Abrirá uma avenida de possibilidades", afirma Azevedo.

Qualquer pessoa pode fazer uma reserva da Powerwall online, no site da iniciativa. Os modelos custam entre US$ 3 mil e US$ 3,5 mil.

comments powered by Disqus
Tags: