Notícias
índice pluviométrico

Nível do Sistema Cantareira chega a 8,8%

Redação - Veja São Paulo - 12/05/2014

[img1]

[box-leia]Se antes a preocupação dos moradores de São Paulo entre novembro e março era como fugir das enchentes e alagamentos causados pelo excesso de chuva, no verão deste ano a dor de cabeça foi causada pelo motivo inverso: uma seca histórica que baixou os níveis dos reservatórios de água em todo o Estado e criou uma ameaça iminente de racionamento

Em meses tradicionalmente chuvosos, como dezembro e janeiro, o índice pluviométrico foi de menos de um terço do esperado. A famosa frase "choveu esta noite o esperado para..." simplesmente desapareceu do noticiário e das conversas de elevador. 

O Sistema Cantareira, que abastece 61% da região metropolitana - incluindo boa parte das zonas Oeste e centro da capital - atingiu sua pior média. Neste domingo, 11/05, chegou ao patamar inédito de 8,8%. Muitas das represas já secaram, obrigando o governo a começar emergencialmente uma obra de 80 milhões de reais para captar a reserva (chamada de "volume morto") do Cantareira.

Tags: