Notícias
Luciano Candisani Macaco ameaçado pode ser mascote das Olimpíadas
2016

Macaco ameaçado pode ser mascote das Olimpíadas

Olavo Guerra - National Geographic Brasil Online - 18/10/2011

O Inea - Instituto Estadual do Ambiente e a Secretaria de Estado do Ambiente, ambos do Rio de Janeiro, e a empresa EBX lançarão no fim de outubro uma campanha para que o macaco muriqui seja escolhido como a mascote dos Jogos Olímpicos de 2016. Também conhecida como mono-carvoeiro, essa espécie da Mata Atlântica, de características dóceis, está ameaçada de extinção, com aproximadamente 1.300 animais na natureza. 

Os biólogos do Inea acreditam que a escolha do animal, considerado o maior macaco das Américas, chamaria a atenção do mundo para a preservação do meio ambiente e de espécies da fauna e da flora, ameaçadas ou não, em seus respectivos países. Algumas celebridades como Camila Pitanga, Marcos Pasquim e Chico Buarque apoiam o projeto, além do ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, que cedeu os direitos da música "Aquele abraço" para a campanha, em referência à marca dos muriquis: o abraço (leia mais em A jornada de paz e amor dos macacos hippies). 

O muriqui, chamado por muitos de "gorila brasileiro", atinge até de 1,5 metro e cerca de 15 quilos. É encontrado na região serrana do Rio de Janeiro, nos parques estaduais Desengano e dos Três Picos e também na reserva biológica União.

comments powered by Disqus