Notícias
incêndios de carros

Model S é o carro mais seguro, diz Elon Musk

Vanessa Barbosa - Exame.com - 21/11/2013

[img1]

[box-leia]A agência americana NHTSA (National Highway Transportation Safety Administration) anunciou ontem que vai abrir uma investigação para apurar recentes incêndios envolvendo o Tesla Modelo S, que ocorreram em Washington, Tennessee e no México, quando os carros se chocaram contra detritos na estrada.

Uma investida como essa poderia deixar qualquer fabricante de carros preocupada, mas esse não é o caso da Tesla. Foi o próprio CEO da empresa, o multibilionário dos negócios verdes Elon Musk, que solicitou a sonda do governo federal.

Em agosto, a mesma instituição de segurança automotiva americana National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA) avaliou com nota máxima o sedan elétrico Model S.

Em um post publicado no blog oficial da empresa, Musk, defendeu o histórico de segurança de veículos elétricos como superior a veículos com motor de combustão interna.

Segundo ele, desde que o modelo S entrou em produção em meados do ano passado, houve mais de 400 mortes e 1.200 feridos graves nos Estados Unidos sozinho devido a incêndios de carros a gasolina, em comparação a zero mortos e feridos com elétricos, incluindo os da Tesla, em qualquer lugar do mundo.

Veja abaixo partes do texto que Musk publicou no blog da Tesla, defendendo seu Model S e os carros elétricos em geral:

Qual o risco de um Tesla S pegar fogo comparado a um carro a gasolina, segundo Musk
“Desde que Model S entrou em produção no ano passado, houve mais de um quarto de milhão de casos de incêndio de carros a gasolina nos Estados Unidos sozinho, resultando em mais de 400 mortes e cerca de 1.200 feridos graves, segundo dados oficias.
No entanto, os três incêndios no Model S só ocorreram após colisões em velocidades muito altas e não causou ferimentos graves ou mortes, mesmo assim estampou mais manchetes nacionais do que todos os 250.000 ou mais incêndios com gasolina combinados.
A cobertura da mídia sobre os incêndios no Modelo S contra os incêndios de carros a gasolina é desproporcional, por várias ordens de magnitude, apesar do segundo ser realmente muito mais mortal.

Lendo as manchetes, portanto, é fácil supor que o Tesla Model S e, talvez, os carros elétricos em geral, têm uma maior propensão a pegar fogo do que os carros a gasolina, quando nada poderia estar mais longe da verdade. [...]

Os 19 mil sedãs Model S que estão na estrada apresentam uma média de incêndio de uma para cada 6.333 carros. Já a taxa de incêndio de veículos a gasolina seria de uma por 1.350 carros. Por essa métrica, você é mais de quatro vezes e meia mais propenso a experimentar um incêndio em um carro a gasolina do que em um modelo S!

Essas métricas contam apenas parte da história. A natureza muito mais mortal de um incêndio em um carro a gasolina merece ser reenfatizada."

As razões que tornam os modelos a gasolina mais vulneráveis, segundo Musk
“Há uma razão real, física para isso: um tanque de gasolina tem 10 vezes mais energia de combustão do que a nossa bateria. Além disso, a bateria do Model S também tem firewalls internos entre os 16 módulos e um firewall entre a bateria e o compartimento dos passageiros. Isto limita efetivamente a energia do fogo a uma pequena percentagem de um carro de gasolina e é a razão pela qual o Dr. Shibayama [dono de um dos carros que pegou fogo] foi capaz de recuperar as suas canetas e trabalhos no porta-luvas completamente intactos depois do fogo ter começado (após um impacto de alta velocidade com um engate de reboque)”.

E em termos de segurança global, em outros tipos acidentes, como o Tesla se destaca?
“Com base na trajetória do Model S até agora, as chances são de zero por cento de você ser ferido em um acidente, como resultando de um incêndio da bateria, mas o que acontece com outros tipos de acidentes? Apesar de vários acidentes em alta velocidade ocorrerem, não houve mortes ou ferimentos graves em um Modelo S ou outro carro da marca. Claro que, em algum momento, a lei dos grandes números diz que isso também vai mudar, mas o registro é suficiente para que sejamos extremamente orgulhosos desta conquista. É por isso que o Model S alcançou a menor probabilidade de lesão de qualquer carro já testado pelo governo dos EUA. A probabilidade de lesão é a figura estatística mais precisa de mérito, mostrando claramente que o modelo S é mais seguro em um acidente do que qualquer outro veículo, sem exceção”.