Notícias
Elza Fiúza/Abr
paz no trânsito

Mobilidade saudável: Brasília é colorida por ciclistas

Redação - Agência Brasil - 22/09/2011

Ciclistas de todas as idades se vestiram hoje (22) de laranja e saíram pedalando pelas principais ruas do Distrito Federal. Os cartões-postais tradicionais de Brasília mudaram com a presença dos ciclistas que participam das comemorações do Dia Mundial sem Carro e defendem a paz no trânsito. Histórias de pessoas que perderam parentes e amigos devido à violência no trânsito foram lembradas como exemplos.

O passeio ciclístico foi promovido pela organização não governamental (ONG ) Rodas da Paz e a Embaixada da Holanda - país cuja cor oficial é o laranja e no qual o estímulo ao uso de bicicletas é permanente.

Depois de perder o filho ciclista em um acidente de trânsito, a vice-presidente da ONG, Beth Davison, disse que observa como os usuários de bicicleta são desrespeitados nas ruas e avenidas das cidades.

"Em 2006, perdi meu filho. Pedro estava na bicicleta dele no Eixão, na área destinada aos ciclistas, quando foi atingido por um carro e, a partir daí, luto para que os ciclistas tenham respeito e espaço adequado para transitar nas vias. Bicicleta é uma mobilidade saudável, que não polui o ar que respiramos e nem o meio ambiente," disse Beth Davison.

O presidente da ONG Rodas da Paz, Uirá Lourenço, acrescentou que a iniciativa do passeio ciclístico é uma tentativa de mostrar à sociedade que a bicicleta pode ser usada como transporte diário. "Com esses passeios, incentivamos a sociedade a usar a bicicleta não só para o lazer, mas como forma de locomoção alternativa ao carro" , disse.

O passeio ciclístico contou com a participação do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, que pedalou os 4,5 quilômetros do percurso. "A bicicleta é um meio saudável, que não polui. Vamos construir 600 quilômetros até o fim de 2014 para dar mais segurança ao ciclista".

Os ciclistas que aderiram ao passeio saíram da área em frente à Embaixada da Holanda e seguiram para o Eixo Monumental, passando por locais tradicionais da capital federal, como a Esplanada dos Ministérios e a pista em frente à Catedral Metropolitana. No caminho, eles ganharam garrafas de água e receberam acenos de mãos e apoio.

O passeio foi encerrado na chegada ao Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no qual ocorre o seminário Ecomobilidade: em Busca de Cidades para as Pessoas, promovido pelo Ministério das Cidades.

comments powered by Disqus