Notícias
flickr/X-PRIZE / Creative Commons MIT separa água do petróleo com ímãs
tecnologia verde

MIT separa água do petróleo com ímãs

Vanessa Daraya - Info Online - 20/09/2012

Uma equipe de pesquisadores do MIT descobriu uma forma de separar a água do petróleo com ajuda de ímãs. Essa tecnologia magnética pode ajudar em casos de derramamento de petróleo como o da Deepwater Horizon, que aconteceu no Golfo do México em 2010.

Segundo o MIT, a pesquisa envolveu o uso de ferrofluido. Esse componente faz parte de um campo ainda pouco explorado pela física e química.

O processo é divido em duas etapas. Na primeira, o petróleo recebe a adição de nanopartículas metálicas. Elas são as responsáveis por repelir a água e criar o ferrofluido, um líquido que se torna magnético na presença de um ímã e se separa naturalmente da água.

Na segunda fase, o ímã é usado para recolher novamente as nanopartículas metálicas do petróleo. Com isso, o petróleo pode ser reutilizado e a água do mar fica livre de poluentes.

Os cientistas explicam que o processo poderia ser usado por meio de um navio de recuperação de óleo. As nanopartículas - altamente contaminantes - poderiam ser reutilizadas após a retirada do óleo, o que evita que elas também prejudiquem o meio ambiente.

O estudo ainda está não foi concluído. Os pesquisadores vão apresentar os seus trabalhos na Conferência Internacional sobre Fluidos Magnéticos em janeiro de 2013, em Nova Déli, na Índia. Mas já é possível conferir algumas das experiências realizadas. Veja abaixo o vídeo feito pela equipe do MIT sobre a tecnologia magnética:

 

comments powered by Disqus