Notícias
MG cria novo ODM e propõe metas mais ousadas
odms

MG cria novo Objetivo do Milênio para segurança pública e propõe metas mais ousadas para 2015

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 17/07/2012

[box-leia]O governo de Minas Gerais apresentou ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) uma proposta de repactuação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), em que se propõe a assumir metas mais ousadas para os indicadores que já foram cumpridos ou que estão próximos de serem alcançados. 

Os dois Objetivos mais ampliados pelo governo mineiro foram:
- o ODM 2, que prevê a educação básica de qualidade para todos e
- o ODM 7, que visa a qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

No Objetivo relacionado à educação, o governo incluiu como meta o aumento da qualidade do ensino, que deve ser medida pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), do Ministério da Educação, e pelo sistema internacional de avaliação de estudantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Já para o Objetivo relacionado à sustentabilidade ambiental, o governo mineiro elaborou um novo conjunto de indicadores que visam monitorar as taxas de desmatamento, disposição de resíduos sólidos e aplicação de agrotóxicos do Estado. 

A proposta de repactuação dos ODMs ainda prevê a criação de um novo Objetivo, intitulado Mais Segurança e Tranquilidade, que prevê a promoção da segurança pública em Minas Gerais. As metas do nono ODM são:
- redução da taxa de homicídios;
- redução das mortes por acidente de trânsito e
- redução da violência contra a mulher. 

O documento que estabelece a repactuação dos ODMs foi assinado pelo governo mineiro e pela ONU na última quarta-feira (11), em Belo Horizonte. Na ocasião, o representante do Pnud no Brasil, Jorge Chediek, elogiou o Estado de Minas Gerais pela iniciativa, que, segundo ele, tem grandes chances de se tornar um case internacional de sucesso.

comments powered by Disqus