Notícias
crise hídrica

‘A Última Gota’ revela descaso com a água no Brasil

Suzana Camargo - Planeta Sustentável - 01/12/2014

[img1][box-leia]Frente a uma das maiores crises hídricas que o país enfrenta, sobretudo no estado de São Paulo, o livro A Última Gota, da jornalisa Vanessa Barbosa chega num momento extremamente oportuno.

Repórter especializada em Meio Ambiente e Energia do portal EXAME.com, da Editora Abril, Vanessa fez minucioso trabalho de pesquisa, entrevistas e dados, que mostra o drama da falta d’água e os problemas que comprometem sua oferta, em qualidade e quantidade, nas grandes cidades do Brasil.

A Última Gota comprova que há descaso das autoridades com a questão hídrica. Segundo a jornalista, "Por ano, cerca de mil novas substâncias químicas entram no mercado, incorporadas em novos produtos ...Nos últimos 30 anos, tem crescido a suspeita de que a presença dessas substâncias na água pode estar associada a casos de infertilidade, especialmente em homens, e também à menstruação cada vez mais precoce nas mulheres, condições ainda sem explicação clara pela ciência".

Ainda de acordo com o livro, este coquetel tóxico é espalhado pelo meio ambiente e a água tem sido o principal meio de transporte. "Essas micropartículas sintéticas expelidas em doses cavalares na natureza passam praticamente incólumes pelos atuais sistemas de tratamento de esgoto e água", revela Vanessa Barbosa.

A obra, publicada pela Editora Planeta, aborda ainda a gestão da água. Ou melhor, a falta de. A jornalista questiona se estamos realmente preparados para enfrentar a questão. A Última Gota é um alerta atual e alarmante.

Com pós-graduação em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade pela PUC-SP, Vanessa Barbosa dedica-se ao estudo dos poluentes emergentes, substâncias químicas derivadas da moderna sociedade de consumo, com potencial de afetar a saúde de diversos seres vivos, incluindo os humanos, e deflagrar uma crise ambiental silenciosa.

O livro pode ser encontrado nas principais livrarias físicas e online do país.

comments powered by Disqus
Tags: