Notícias
consumo consciente

Lei determina uso de sacolinhas biodegradáveis em BH

Sucena Shkrada Resk - Planeta Sustentável - 09/03/2011

A capital mineira - Belo Horizonte - tem uma nova legislação em vigor, que permite apenas a utilização de sacolas biodegradáveis em drogarias, lojas, padarias e supermercados, entre outros pontos de comercialização, que deverão ser vendidas ao consumidor, ao preço de R$ 0,19. 

A média de tempo para decomposição do material é na faixa de seis meses e pode se transformar ainda em adubo. A multa para quem continuar a oferecer os modelos oxibiodegradáveis poderá chegar a R$ 1 mil. O objetivo é reduzir em 80% o uso anual de 157 milhões de unidades. 

Como medida de implementação, não serão adotadas punições nos próximos 45 dias, contando do dia 4. Nesse intervalo, está programada a campanha Sacola Plástica Nunca Mais. Os estabelecimentos que integrarem a iniciativa oferecerão um modelo de sacola retornável, no valor de R$ 1,98. 

CONTADOR DE SACOLAS
Para quem participa da campanha do Contador de sacolas*, promovida pelo Planeta Sustentável, com o seu número de recusas à aquisição das embalagens, as sacolas biodegradáveis e compostáveis não precisam ser contabilizadas. 

*Contador de sacolas

comments powered by Disqus