Notícias
espaço urbano

Já dá para transformar vaga de carro em miniparque em SP

Vanessa Barbosa - Exame.com - 22/04/2014

[img1]

[box-leia]Já imaginou encontrar, no lugar de uma vaga de carro, um espaço para guardar a bicicleta, tomar um banho de sol, ler um livro, se exercitar, ou ainda relaxar em meio à correria cotidiana? Acredite, os chamados parklets, uma tendência mundial que transforma vagas em zonas de convivência, agora podem virar realidade em São Paulo.

Qualquer pessoa, física ou jurídica, pode entrar com pedido junto às subprefeituras para instalar um parklet. Por iniciativa própria, a administração municipal também pode propor projetos.

Mas o que dá pra fazer com a vaga? Popularizados em São Francisco na Califórnia, os parklets ajudam a recuperar o espaço público para o uso coletivo e tornam ruas e bairros mais humanos e amigáveis. É a geração de espaço para pessoas, e não para carros.

Por isso, sobre o asfalto cinzento, pode ser colocada uma plataforma equipada com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, paraciclos ou outros elementos de mobiliário, com função de recreação ou de manifestações artísticas.

Por ser uma área totalmente voltada para a comunidade, um estabelecimento comercial que queira instalar um parklet em frente à sua loja, não poderá controlar o acesso à área. Ou seja, o parklet não será de uso exclusivo dos clientes.

INTERVENÇÕES
Durante o meses de agosto e outubro do ano passado, por ocasião do Design Weekend e da 10ª Bienal de Arquitetura, o Zona Verde, a versão paulistana do "parklet", invadiu São Paulo.

Além do Instituto Mobilidade Verde, participaram do projeto o grupo Design Ok, o Gentilezas Urbanas do Secovi-SP e os escritórios de arquitetura Zoom e H2C.

Tags: