Notícias
Bovespa / Divulgação

ISE da BM&FBovespa: carteira 2013 tem 37 companhias

Caio Neumann - Planeta Sustentável - 29/11/2012

Esta é a oitava carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa e vigorará de janeiro de 2013 até janeiro de 2014. Ela reúne 51 ações de 37 companhias que, juntas representam mais que R$ 1,07 trilhão em valores de mercado. Esse número equivale a quase 45% do total do valor de todas as companhias com ações negociadas na Bolsa de Valores. São elas:

AES Tietê - Banco do Brasil - Bicbanco - Bradesco - Braskem - BRF
Cemig - Cesp - Copasa - Copel - CPFL - Coelce - CCR
Duratex - Eletropaulo - EDP - Even - Eletrobras - Ecorodovias
Fibria - Gerdau - Gerdau MET - Itaú Unibanco - Itaúsa
Light - Natura - OI - Sabesp - Santander - Suzano - SulAmerica
Telefônica - TIM - Tractebel - Ultrapar - Vale - WEG

Todas as companhias acima publicaram Relatórios de Sustentabilidade no último ano, sendo que 92% delas utilizam diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), o que, segundo Sônia Favaretto, diretora de sustentabilidade da BM&FBovespa, não é obrigatório para ingressar no ISE, mas é muito benéfico para efeito comparativo.

Este ano, para participar do ISE, 183 companhias com as 200 ações mais líquidas na Bolsa foram convidadas a responder a um questionário. Destas, 45 se inscreveram para participar do processo de inclusão na carteira e outras cinco se interessaram em participar na condição de treineiras, ou seja, se inscreveram com o objetivo de se preparar para os próximos anos: entender melhor quais áreas do seu negócio podem ser adaptadas ou se devem ser definidas novas metas para que alcancem o critério de sustentabilidade exigido pelo ISE.

De acordo com a diretora de sustentabilidade da BM&FBovespa,"a única diferença no processo é que não avaliamos a documentação das treineiras". Ou seja, as empresas não precisam apresentar documentos que comprovem as respostas do questionário.

A carteira 2013 do ISE ainda traz duas novidades em relação aos anos anteriores:

- A primeira se refere ao número de empresas que tornaram públicas suas respostas ao questionário: foram 14 das 37 que compõem o índice: AES Eletropaulo, AES Tietê, Banco do Brasil, BicBanco, CCR, Cemig, Coelce, EDP, Eletrobras, Light, Natura, Sul América, Vale e WEG. No ano passado, apenas oito companhias das 38 que faziam parte do ISE publicaram suas respostas;

- A segunda novidade é que, pela primeira vez, foi realizada auditoria no processo. "A KPMG foi escolhida entre as quatro maiores auditorias que atuam no Brasil para assegurar o processo do ISE, que está em constante evolução", explicou Favaretto no encontro com a imprensa.

 

comments powered by Disqus