Notícias
queda

Investimentos em energias limpas caem 11% em 2012

Vanessa Daraya - INFO Online - 15/01/2013

[img1]

 


Os investimentos em energias limpas caíram 11% em 2012 em vários países como Estados Unidos, Itália, Índia e Espanha. Os dados são do relatório publicado pelo escritório especializado Bloomberg New Energy Finance.

No ano passado, os países investiram US$ 268,7 bilhões em projetos de energia limpa. Em 2011, o valor chegou a US$ 302,2 bilhões. Segundo o documento, isso aconteceu por causa da queda em mercados dos Estados Unidos e da Europa.

Mesmo assim, o ano de 2012 foi considerado o segundo melhor ano para investimentos, que cresceram cinco vezes se comparados com 2004. No comunicado, Michael Liebreich, chefe-executivo do Bloomberg New Energy Finance, alerta que a queda poderia ter sido muito maior. Isso porque o ano foi marcado pela incerteza sobre as políticas de apoio e pela crise orçamentária na Europa.

Nos Estados Unidos, a queda foi de 32%, com US$ 44,2 bilhões. Os americanos sofreram em 2012 os efeitos do "abismo fiscal" e a concorrência do gás de xisto. Índia também declinou em 44% porque as autoridades decidiram frear os investimentos em energia eólica e solar. Itália (-51%), Espanha (-68%), França (- 35%), Reino Unido (-17%) e a Alemanha (-27%) não ficam para trás.

Mas não foram todos os países que fecharam 2012 negativos com o meio ambiente. A China cresceu 20% e lidera o ranking de investimentos no setor com US$ 67,7 bilhões. Já o Japão teve aumento de 75% na injeção financeira no setor pós-Fukushima, com US$ 16,3 bilhões.

Entre os projetos de energia limpa que mais receberam novos investimentos em 2012 estão os relacionados a parques eólicos, usinas solares e de biocombustíveis, com US$ 148,6 bilhões. A construção específica de painéis solares rendeu sozinha US$ 80,2 bilhões.