Notícias
população em declínio

Britânicos constróem estrada de flores para abelhas

Kátia Arima - National Geographic Brasil - 14/04/2011

Fazendeiros e donos de terra da região nordeste da Inglaterra estão sendo encorajados a plantar flores para frear o declínio do número de abelhas, mariposas e borboletas no país. 

A maioria das espécies de abelhas está ameaçada na Inglaterra, como acontece em outros países. De acordo com os especialistas, os principais fatores para esse declínio são os pesticidas, a devastação do habitat do inseto, o clima úmido e parasitas. Com as "estradas de flores", as abelhas poderão percorrer uma distância maior para fazer a polinização das plantas. 

A Buglife, associação de conservação de invertebrados, e a rede de lojas de conveniência The Co-operative estão doando as sementes de flores como centáurea e trevo vermelho no condado de Yorkshire, no nordeste do país. A ideia é distribuir 300 mil pacotes de sementes de flores silvestres em 2011. O projeto-piloto terá cerca de R$ 150 mil de investimento, para 5 hectares de plantação. Se tiver sucesso, a campanha, batizada de Planbee, será expandida para outras regiões do país, com gasto previsto de mais de R$ 1,9 milhão. 

O líder de iniciativas sociais da Co-operative, Paul Monaghan, afirma que a iniciativa é importante porque a Grã-Bretanha já perdeu 97% das áreas de flores silvestres desde 1930, o que tem um enorme impacto na polinização. Isso reflete no número de abelhas, que caiu pela metade nos últimos 25 anos. "As abelhas são responsáveis por polinizar um terço das plantas que nos alimenta. A diminuição no número de abelhas terá um impacto devastador para nós a longo prazo", diz.

comments powered by Disqus