Notícias
formação

Imersão nas redes ecológicas

Mônica Nunes/Ana Luíza Vastag - Planeta Sustentável - 16/03/2011

Neste ano de 2011, estudantes brasileiros e estrangeiros envolvidos com o tema das redes ecológicas terão a oportunidade de passar nove dias reunidos com alguns dos principais especialistas do mundo na área. 

Organizada por Thomas Lewinsohn, presidente da Abeco e professor do Departamento de Biologia Animal da Unicamp, em conjunto com Paulo Guimarães Jr. e Paulo Inácio Prado, ambos do Departamento de Ecologia do Instituto de Biociências (IB) da USP, a São Paulo School on Ecological Networks será realizada entre os dias 16 e 23 de setembro, pelos programas de Pós-Graduação em Ecologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP). A cidade onde ocorrerá o evento será definida em breve. As inscrições poderão ser feitas até o dia 15 de abril, pelo site da Abeco

Os participantes serão 40 estudantes de doutorado ou recém-doutores selecionados (20 brasileiros e 20 do exterior), que estarão reunidos com dez dos mais proeminentes cientistas da área de redes ecológicas, sendo metade estrangeiros e metade brasileiros. Segundo Lewinsohn, os candidatos para participação na escola deverão apresentar uma carta explicando sua trajetória, sua linha de pesquisa atual e justificar as razões de sua participação. 

Os docentes brasileiros que darão aulas na escola serão Jean Paul Metzger, do Departamento de Ecologia do IB-USP, Mauro Galetti, do Laboratório de Biologia da Conservação da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Lucas Faria, do Departamento de Biologia da Universidade Federal de Lavras (MG), Luciano Costa, do Departamento de Física e Informática do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, e Marcus Aguiar, do Departamento de Física do Estado Sólido e Ciência dos Materiais do Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp. 

Os professores estrangeiros serão Diego Vázquez, do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (Argentina), Jordi Bascompte, da Estação Biológica de Doñana, do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (Espanha), Marie Josée Fortin, do Departamento de Ecologia da Universidade de Toronto (Canadá), Stefano Allesina, do Departamento de Ecologia e Evolução da Universidade de Chicago (Estados Unidos), e Tim Keitt, da Universidade do Texas em Austin (Estados Unidos).

comments powered by Disqus