Notícias
madeira ilegal

Ibama desmonta serraria no Maranhão

Luana Lourenço - Edição: Lana Cristina - Agência Brasil - 05/09/2011

Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) desmontou uma serraria ilegal que processava madeira extraída ilegalmente da Reserva Biológica do Gurupi e das terras indígenas Awá, Carú, Arariboia e Alto Turiaçu, na região do município de Buriticupu, no noroeste do Maranhão.

A serraria RN Santos Moraes Madeiras já tinha sido embargada em agosto de 2010, mas na última quinta-feira (1º), ao chegar ao local, os agentes do Ibama encontraram os lacres rompidos e o pátio cheio de madeira nativa já serrada. A empresa foi multada em R$ 120 mil por armazenar produto florestal sem licença e desrespeitar o embargo. O Ibama apreendeu 70 metros cúbicos de madeira e equipamentos da serraria.

A operação, batizada de Mauritânia, tem apoio da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional de Segurança. Mais seis madeireiras estão entre os alvos da operação, todas como o mesmo histórico de desrespeito ao embargo ambiental.

Nos três primeiros dias da operação, o Ibama aplicou R$ 687,5 mil em multas, apreendeu 805 metros cúbicos de madeira, além de armas, equipamentos e um caminhão, flagrado transportando madeira ilegal.

comments powered by Disqus