Notícias
centenário verde

Hotel nos Alpes produz mais energia do que consome

Vanessa Barbosa - Exame.com - 19/01/2012

O Berghotel Muottas Muragl não é apenas um dos resorts de montanha favoritos de alguns dos esquiadores mais ávidos do mundo - é também o primeiro hotel de energia positiva dos Alpes. Localizada a 2456 metros acima do nível do mar, a luxuosa construção europeia, que completou 104 anos de idade, ganhou uma repaginada verde para se tornar mais sustentável.

Com 750 painéis fotovoltaicos, aquecedores a energia geotérmica e um sistema especial no subsolo que recupera calor residual de outras unidades de refrigeração, exaustão e da sala de máquinas, o hotel agora gera mais energia do que consome. Os paineis solares foram instalados ao longo de 227 metros de uma linha férrea que passa em frente ao hotel.

A renovação das instalações levou a uma redução de 64% do seu consumo total de energia, que caiu de 436.000 kWh por ano para 157.400 kWh e também tornou desnecessário o uso de combustível fóssil para aquecimento e arrefecimento do prédio.

Além dos elogios de viajantes de todo o globo, o Berghotel Muottas Muragl é vencedor do Prêmio Suíço Solar 2011 e do PlusEnergieBau Award (PEB) Solar, o único que premia edifícios de energia positiva. Este hotel não é o único exemplo de construção sustentável com superávit energético. Do campo à cidade, os edifícios que produzem mais energia do que consomem estão virando tendência. Na Alemanha, tem um bairro inteiro assim - o vilarejo de Sonnenschiff, capaz de produzir quatro vezes mais energia do que consome.

comments powered by Disqus