Notícias
cuidado

Hospital para animais silvestres

Redação - Agência Fapesp - 15/06/2011

Foi inaugurado em 10 de junho, em Araçatuba, na região noroeste paulista, o Centro de Recuperação e Triagem de Animais Silvestres (Ceretas).

O hospital recebe, realiza triagem, trata e identifica as espécies de animais silvestres resgatadas ou apreendidas pelos órgãos fiscalizadores, assim como animais que tenham sido mantidos irregularmente em cativeiros na região.

Patrocinada por um grupo de 19 usinas de cana-de-açúcar, a unidade é resultado de uma parceria entre a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA) com a União dos Produtores de Bioenergia (Udop), a Polícia Ambiental, a Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araçatuba, e o escritório regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O projeto de criação do centro foi idealizado pelo professor Sérgio Garcia Diniz, do Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal da Faculdade de Veterinária da Unesp.

"Nos últimos anos, o número de atendimentos a animais silvestres que sofreram maus-tratos ou foram atropelados nas estradas da região de Araçatuba aumentou significativamente. Esses animais ficam expostos aos perigos quando migram entre as áreas verdes de reserva legal e as áreas de preservação permanente existentes na região. Desde então, eles eram atendidos e tratados em uma unidade auxiliar do hospital Luiz Quintiliano de Oliveira, da Unesp", disse Diniz.

De acordo com o diretor da Unesp de Araçatuba, Pedro Felício Estrada Bernabé, o Ceretas será uma referência para o tratamento de animais silvestres acidentados ou capturados.

"Todos os animais serão registrados e a partir daí será feito um trabalho de investigação para detectar seu hábitat natural para futuramente realojar as espécies. Um banco genético desses animais, inédito no país, também será elaborado no Centro", afirmou.

comments powered by Disqus