Notícias
#cop21

Heróis do Clima é lançado em francês durante a COP 21

Chiaki Karen Tada, de Paris - - 08/12/2015

[img1] A história em quadrinhos Heróis do Clima - A Aventura e A Ciência Por Trás das Mudanças Climáticas, de Caco Garlhado, lançada pelo Planeta Sustentável em dezembro de 2014, foi traduzida para o francês e distribuída nesse fim de semana em Paris, na Conferência da ONU para a Mudança do Clima, a COP 21. A obra foi um dos destaques do sábado, dia 5 de dezembro, no estande da rede francesa do Pacto Global, braço empresarial criado pela ONU para abordar a questão do clima no setor privado. Les Hèros du Climat conta, com bom humor e linguagem acessível, como pesquisadores e cientistas perceberam que o clima estava sendo alterado pelo homem e como líderes e personalidades mundiais passaram a alertar para suas causas e consequências. É uma obra que convida para uma leitura agradável, mas também convida as pessoas a buscarem entender mais sobre o assunto e, quem sabe, virarem "heróis do clima".

A história foi inicialmente lançada na COP de Lima, em 2014, com versões em português, inglês e espanhol. Para esta COP de Paris foram trazidas as versões em francês e em inglês. "A ideia destes quadrinhos foi tranformar um tema 'duro' em algo mais acessível e de fácil leitura", afirma Carlo Linkevieius Pereira, da CPFL Energia, que atua como coordenador do Grupo Temático de Energia e Clima da Rede Brasileira do Pacto Globa, que levou a obra para a COP.

Além dessa obra, o Pacto Global brasileiro também aproveitou para divulgar o "Caderno do Pacto", que reúne informações de projetos do Grupo Temático para mobilizar a iniciativa privada a apoiar as metas que serão definidas na COP 21, em prol de uma efetiva economia de baixo carbono.

Força do setor empresarial


Para além das negociações, que têm sido duras até o momento, apesar dos pronunciamentos fortes feitos por chefes de estado no início da Conferência, há uma intensa movimentação de diversos setores da sociedade civil para que se caminhe para uma nova forma de agir, produzir e viver. O papel do setor empresarial é visto como fundamental para promover os esforços necessários para conter o aumento da temperatura média do planeta, para que ela não ultrapasse os 2ºC.

"O engajamento das empresas no Brasil é forte. As empresas já fizeram o que poderia ser feito sem perder dinheiro", comenta Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem e membro da Rede Brasileira do Pacto Global. "E podemos fazer mais", diz. Para que práticas sustentáveis nas empresas ganhem escala, afirma Soto, é preciso que se crie um ambiente favorável, com incentivo de políticas públicas, incentivo ao desenvolvimento de tecnologias "verdes", e que se discuta a questão da precificação do carbono, um tema bastante debatido nesta COP. Segundo Soto, estudos apontam que, num cenário em que a precificação do carbono seja adotada por todos, as exportações brasileiras aumentariam, pois os produtos brasileiros têm intensidade de carbono baixo.

Leia o quadrinho dos Heróis do Clima!

[img2]

comments powered by Disqus
Tags: