Notícias
soluções verdes

Google é líder em ranking de energia limpa do Greenpeace

Vanessa Barbosa - Exame.com - 09/02/2012

O grupo ambientalista Greenpeace acaba de lançar a sua quinta edição do ranking Leaderboard TI Cool, que classifica grandes empresas de TI por suas iniciativas verdes. Quem ficou na liderança este ano foi o Google. De acordo com a ONG, o gigante de buscas da internet chegou ao topo por seus esforços em promover o uso de energia limpa em suas instalações e pelo apoio às políticas de energia renovável em andamento nos EUA e às metas de redução de emissões na União Europeia. 

A 5ª edição da lista classificou as 21 maiores empresas do setor de acordo com seu potencial de liderança sobre energia limpa, a vontade de adotar soluções renováveis e seu potencial para influenciar as decisões sobre energia. Entre os cinco primeiros colocados, a Cisco aparece no segundo lugar, à frente da Ericsson, Fujitsu e Vodafone. Com a indústria de TI em expansão, acompanhada do surgimento de novos servidores, que consomem mais energia, a necessidade de manter a indústria sustentável torna-se cada vez mais crítica.

"Os gigantes da tecnologia tem uma real oportunidade de influenciar a maneira de se produzir e utilizar energia", disse Gary Cook, analista internacional do Greenpeace, durante lançamento do relatório nesta quarta. "O setor de TI gosta de se considerar visionário mas se mantém muito inerte enquanto a indústria de energia ‘suja’ continua exercendo influência indevida no processo político e nos mercados financeiros."

CURIOSIDADES VERDES SOBRE O GOOGLE
As iniciativas ambientais do gigante das buscas são tão ou mais curiosas do que a fama da empresa de proporcionar um ambiente de trabalho irreverente. Preocupado em reduzir sua pegada ecológica, o Google investe em energia renovável, usa cabras no lugar de cortador de grama, libera bermuda para quem trabalha nos servidores e ainda cultiva abelhas, entre outras ações verdes curiosas e até mesmo surreais.

comments powered by Disqus