Notícias
impacto ambiental

Gafanhotos estressados alteram qualidade do solo

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 06/07/2012

[img1]

[box-leia]Pesquisa realizada por cientistas das universidades Hebraica de Jerusalém e Yale descobriu que a ansiedade dos gafanhotos pode provocar alterações na qualidade do solo. O motivo? O stress altera a quantidade de nitrogênio presente no corpo desse animal, levando-o a comer plantas mais açucaradas e, consequentemente, afetando o estado do solo. 

Os impactos dos gafanhotos estressados não param por aí: quando ansiosos, esses insetos ainda atrapalham a produtividade do campo e contribuem para o aumento da quantidade de dióxido de carbono liberado na atmosfera, por meio da decomposição, de acordo com a pesquisa. 

Segundo os cientistas, um dos fatores que mais contribuem para o desencadeamento de stress nos gafanhotos é a presença exagerada de aranhas no ambiente em que vivem, já que têm pavor de aracnídeos. 

De acordo com um dos líderes do estudo, Dror Halwena, da Universidade Hebraica de Jerusalém, os resultados da pesquisa chamam a atenção para a importância do ser humano não interferir na dinâmica da natureza, tirando ou inserindo espécies em determinada área, já que "não conhecemos a fundo as consequências de tal intromissão".

Leia também