Notícias
mundo animal

Luciano Candisani captura imagem de anta albina rara na Mata Atlântica

Suzana Camargo - Planeta Sustentável - 24/03/2015

[img1][box-leia]“Meu coração quase parou quando vi a imagem”, contou Luciano Candisani à revista National Geographic. Em matéria na publicação americana, o fotógrafo brasileiro, conselheiro do Planeta Sustentável e membro da International League of Photographers, revelou como fez para conseguir encontrar o raro animal.

A anta albina já tinha se tornado uma lenda entre os moradores da Reserva Legado das Águas, uma área protegida de 31 mil hectares em plena Mata Atlântica, na região Sudeste do Brasil, mantida pela empresa Votorantim.

Curioso e determinado a descobrir se a história era real, Candisani tentou fotografar o animal por diversas vezes durante a noite, nos locais onde a anta teria sido vista. Mas não teve sorte.

Foi somente quando decidiu instalar uma armadilha fotográfica na mata, em maio de 2014, que a surpresa se revelou. Camuflada, a máquina é disparada sempre que o sensor sente algum movimento. A estratégia deu certo. Quando pegou o equipamento, o fotógrafo se deparou com a imagem.

Esta é a primeira fotografia de uma anta albina selvagem. Muito rara na América do Sul, a espécie nasce com uma mutação genética, que impede a pigmentação da pele. Assim como seres humanos, animais albinos têm pelos brancos e olhos avermelhados.

As antas são os maiores mamíferos terrestres da América do Sul, mas sua sobrevivência está ameaçada, sobretudo pela expansão das atividades agrícolas e crescimento urbano desordenado. O animal é responsável pelo importantíssimo trabalho de dispersão de sementes nos biomas em que vive no Brasil: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal.

Luciano Candisani colocou novas armadilhas fotográficas na reserva Legado das Águas para poder capturar imagens de outros animais que vivem neste habitat. “Mesmo ameaçada, a Mata Atlântica ainda guarda muitos segredos para a ciência”, disse ele à National Geographic.

 

Na edição de abril da National Geographic Brasil, que está chegando às bancas, o fotógrafo conta sua experiência ao encontrar esta rara espécie de anta.

comments powered by Disqus
Tags: