Notícias
crise hídrica e arte

Exposição reúne os artistas Mundano e Mauro e suas intervenções urbanas sobre água

Vanessa Daraya - Planeta Sustentável - 05/03/2015

[img1][box-leia]São Paulo enfrenta a maior crise hídrica da história. Apesar das chuvas de fevereiro, o nível dos reservatórios continua alarmante, e a seca ameaça deixar os paulistas sem uma gota de água nas torneiras... em breve. Para provocar a reflexão sobre este momento, a Galeria A7MA, na Vila Madalena, em São Paulo, reuniu obras inéditas dos artistas Mundano e Mauro Neri da Silva - conhecidos por usar a arte como denúncia -, na exposição "v e r a c i d a d e m u n d a n a", a partir de 7/3.

A seca é tema recorrente na produção de Mundano. Ele desenha cactos nas ruas como símbolo de resistência e também estampa muros e pinta carroças de catadores de materiais recicláveis. Ganhou destaque na cena do graffiti por abordar temas sociais, políticos e ambientais. Sua arte questiona conceitos e comportamentos, ao mesmo tempo em que desperta reflexões.

Já Mauro trabalha com agentes marginais em áreas de mananciais e é conhecido por usar suas produções para informar e conscientizar sobre a importância de preservar a água. É idealizador de projetos coletivos sobre meio ambiente, convivência, cartografia e direito à cidade.

De acordo com a curadoria, este encontro ainda terá uma intervenção inusitada: a distribuição gratuita de água para os visitantes. Ótima reflexão!

v e r a c i d a d e m u n d a n a
Abertura: 7/3 a partir das 15h
Visitação: 9/3 a 7/4 de 2015, das 11h às 20h
Onde: A7MA - Rua Harmonia, 95B, Vila Madalena, SP

[img2]

[img3]

comments powered by Disqus
Tags: