Notícias
ação verde

Excepcionalmente hoje, Rio proíbe estacionamento no centro

Thais Leitão - Agência Brasil - 22/09/2011

O Rio de Janeiro participa hoje (22), pelo terceiro ano consecutivo, do Dia Mundial sem Carro. Para estimular os cariocas a deixarem seus carros em casa e usarem bicicletas ou meios de transporte coletivos, a prefeitura decidiu proibir o estacionamento no centro, por onde passam cerca de 40 mil veículos diariamente, em uma área duas vezes maior do que a do ano passado. Também está proibido o estacionamento de carros em todos os prédios públicos municipais.

Pelas ruas da capital fluminense, ainda não foi possível perceber diferença significativa no fluxo de veículos. Apesar da adesão de alguns cariocas ao movimento, o trânsito ainda apresenta retenções nas principais vias expressas, como a Linha Vermelha - que liga a Baixada Fluminense ao centro - e a Avenida Brasil - entre a zona oeste e o centro.

Como no ano passado, a fisioterapeuta Angelina Fernandes optou pelo uso da bicicleta para levar o filho, de 6 anos, à escola. "Assim, além de participar da mobilização, ainda estimulo a consciência ambiental em casa."

Já a professora Edna Freitas disse que, embora apoie a iniciativa, não encontrou alternativa para sair de casa hoje. Moradora da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, ela precisou tirar o carro da garagem para ir ao centro, mas ofereceu carona a duas amigas para ajudar a diminuir a frota em circulação. Para ela, mais importante do que promover o Dia Mundial sem Carro é o investimento, por parte do Poder Público, em transporte público de qualidade.

"Precisava ir ao centro e não tinha alternativa. Os ônibus e as vans que vão para lá, agora pela manhã, estão sempre lotados, e ainda não temos metrô nessa parte da cidade. Mas esse não é um problema só de hoje, é uma questão da qual há anos reclamamos. Se tivéssemos transporte de massa eficiente, com certeza seria ótimo deixar o carro na garagem", disse.

Para marcar a data, estão previstas diversas atividades na capital fluminense. Pela manhã, organizações não governamentais (ONGs) e a prefeitura promovem apresentações musicais e atividades culturais no centro, além de oficinas de pintura, reciclagem e educação ambiental para crianças.

Com o objetivo de evitar transtornos à população, a frota de ônibus foi reforçada, conforme determinação da prefeitura, que solicitou às empresas responsáveis pelas linhas municipais que disponibilizassem 100% dos coletivos para circulação.

comments powered by Disqus