Notícias
reflorestamento

Florestas Inteligentes é lançada oficialmente

Marina Franco - Planeta Sustentável - 22/09/2011

Após quase dois anos de atuação, a empresa Florestas Inteligentes* foi lançada, oficialmente, ontem em São Paulo. Florestas Inteligentes tem um programa de restauração ambiental aliado a inclusão social que é realizado em parceria com a Pemano - Penitenciária Edgar Magalhães Noronha, na cidade de Tremembé/SP, e a Funap - Fundação Prof Dr Manoel Pedro Pimentel, ligada à Secretaria de Estado da Administração Penitenciária.

A partir do critério de bom comportamento, cerca de 50 detentos foram convidados a trabalhar em um viveiro de mudas da Mata Atlântica, dentro da Pemano. Além de ganharem um salário, os presos têm sua pena reduzida por conta dos dias de trabalho de plantio, cultivo e manutenção das mudas. Eles também recebem capacitação profissional em jardinagem, viveirismo, restauro florestal, entre outras áreas. Os cursos são oferecidos pela faculdade Esalq - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP - Universidade de São Paulo.

O negócio das Florestas Inteligentes, além de incluir socialmente os detentos, vende as mudas nativas, já adultas, para projetos de compensação ambiental ou de restauração da Mata Atlântica. Até agora, foram cultivadas por volta de 1,5 milhão de árvores, de mais de 130 espécies.

As mudas são alojadas em vasos biodegradáveis, feitos de palha de arroz. Essa tecnologia foi adquirida pela empresa para substituir os saquinhos de plásticos e tornar orgânico o processo de reflorestamento.

"Imaginem o que podemos fazer para multiplicar o resultado desse projeto. Florestas Inteligentes é o começo de uma grande mudança. A união do homem e da floresta. Os dois crescendo juntos, se respeitando e cuidando um do outro. Exatamente como era há milhões de anos", disse o diretor da empresa, Paulo Franzini, durante a cerimônia realizada na Fundação Maria Luisa e Oscar Americano.

O secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, que representou o prefeito Gilberto Kassab, disse que a prefeitura começa a pensar em como trabalhar com a empresa na cidade de São Paulo. "A Florestas Inteligentes tem resultado econômico concreto e os aspectos social e ambiental. Mas é mais do que isso. É cultura de paz, porque enfrenta o problema da violência, e também é democracia, porque sem cultura de paz não há democracia", afirmou. O secretário aproveitou para sugerir uma parceria entre a prefeitura, Florestas Inteligentes e empresas que queiram participar do grande viveiro que está sendo construindo no Parque Anhanguera.

"Foi um grande prazer ter recebido o presidente da Florestas Inteligentes. Além de apresentar esse projeto, ele saiu com pedidos nossos da secretaria para ajudar em outros projetos", disse o secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Bruno Covas, que esteve presente ao evento representando o governador Geraldo Alckmin.

*Florestas Inteligentes

comments powered by Disqus