Notícias
rede ambiental

Economia Verde ganha banco de dados

Sucena Shkrada Resk - Planeta Sustentável - 31/03/2011

A proposta em construção da Economia Verde amplia sua projeção a cada dia e será um dos eixos principais da Rio+20 - Conferência das Nações Unidas em Desenvolvimento Sustentável, em junho do ano que vem, no Rio de Janeiro. No Brasil, um dos trabalhos desenvolvidos para multiplicar referências desse modelo de desenvolvimento, é o da rede ambiental Made in Forest*, que criou neste ano, um banco de dados, que tem a meta de incorporar ações internacionais. Na plataforma, divulga informações sobre ONGs - Organizações Não-Governamentais ambientais, empresas que comercializam os chamados ‘eco produtos’, além de serviços, turismo ecológico, educação ambiental e pontos de reciclagem de aproximadamente 40 tipos diferentes de materiais recicláveis. 

A iniciativa agrega ações desenvolvidas nos municípios brasileiros e abre espaço para agenda das Secretarias de Meio Ambiente, que podem encaminhar suas programações para o e-mail (agenda@madeinforest.com). No caso da iniciativa privada, as empresas cadastradas geram seu conteúdo e atualização das informações em suas páginas na rede. Segundo os responsáveis pela organização, atualmente há cerca de 25 mil cadastrados, entre empresas e consumidores. A rede também deu início a projetos de educação ambiental à distância, reuniões e treinamentos. 

*Made in Forest 

Leia também:
Rio+20 tratará de governança global, diz Besserman
Rio+20: Biodiversidade, Mudanças Climáticas e Crescimento Verde
RIO+20 muda de data: será de 4 a 6 de junho de 2012
O que esperar da Rio+20
Economia verde é tema de preparatória para Rio +20

comments powered by Disqus