Notícias
economia brasileira

Dilma: 'Economia do Brasil cresce de forma sustentável'

Vitor Abdala - Edição: Juliana Andrade - Agência Brasil - 08/12/2011

A presidenta da República, Dilma Rousseff, destacou hoje (8) em nota enviada aos 186 novos oficiais formados pela Escola Naval, no Rio de Janeiro, que a economia brasileira cresce de "forma sustentável, gerando empregos e distribuindo renda". A mensagem foi lida durante a formatura dos guardas-marinha, aspirantes a oficiais da Marinha.

"Vocês estão prontos para defender o Brasil, um país que se fez respeitar internacionalmente, que é detentor de um patrimônio pujante, graças ao que nos foi provido pela natureza e ao que construímos. Cuja economia cresce de forma sustentável, gerando empregos e distribuindo renda. E que conquista avanços consistentes na área da ciência e tecnologia", diz a presidenta, na mensagem.

Dilma também destacou a importância dos militares da Marinha na preservação da paz e no fortalecimento da democracia no país.

"O Brasil reconhece o profissionalismo e o comprometimento dos homens e mulheres que integram a nossa Marinha, e que a bordo de navios ou em organizações militares de terra se dedicam à defesa da pátria, à garantia da soberania, à preservação da paz, à unidade do Estado e ao fortalecimento da democracia, contribuindo permanentemente com a justiça social e com o bem-estar do nosso povo."

Na nota, a presidenta ressalta que a Marinha brasileira tem uma função essencial na defesa das riquezas localizadas no mar territorial do país, na assistência médica em comunidades ribeirinhas da Amazônia e do Pantanal e em missões de paz das quais o Brasil participa.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, que participou da cerimônia, disse que a Marinha está empenhada em um dos projetos "mais importantes" para o Brasil, que é a construção do submarino nuclear.

Segundo Amorim, os militares têm também um papel essencial na "nova fase" pela qual passa o Brasil, em relação ao crescimento de seu "protagonismo" no mundo. "Isso se ilustra na participação dos nossos fuzileiros no Haiti [na missão de paz da Organização das Nações Unidas] e na presença da fragata União ajudando a patrulhar as águas do Mar Mediterrâneo [na missão de paz da ONU no Líbano], numa tarefa inédita para a nossa força naval", disse Amorim.

comments powered by Disqus