Notícias
dados da nasa

Degelo do Ártico diminuiu no verão, mas ainda preocupa

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 25/09/2013

[img1]

[box-leia]Os gelos árticos derreteram menos durante o verão de 2013, em comparação com o ano anterior, segundo observações de satélite feitas pela Nasa e divulgadas nesta quarta-feira (25). 

A superfície dos bancos de gelo do Ártico, após este verão, media 5,1 milhões de km², de acordo com a Agência Espacial Americana. Em 2012, quando foi registrado o maior degelo da história da região, a extensão da superfície foi de 3,41 milhões de km². 

No entanto, mesmo estando em situação melhor do que no ano passado, o degelo do Ártico continua intenso e foi o sexto maior, desde o início das medições na região, em 1978. De acordo com a Nasa, a superfície dos bancos de gelo ártico ainda estão 1,12 milhão de km² abaixo da média registrada entre 1981 e 2010. 

Além disso, a maior parte do gelo que permaneceu na região é fina e mole, contrastando bastante com os espessos blocos que existiam no Ártico no passado. Segundo os especialistas da Nasa, o fenômeno acontece quando a superfície é submetida a um rápido degelo, ocasionado pelo aquecimento global.

comments powered by Disqus